Organize suas finanças e fuja de problemas com estas dicas!

Confira orientações para a gestão financeira das Pequenas e Médias empresas.

Entender como organizar as finanças da empresa é um dos passos fundamentais para o sucesso ou fracasso de empreendimentos no médio e longo prazo. Evitar gastos desnecessários e reduzir os custos e ter um caixa emergencial para conter crises são atitudes essenciais para impulsionar o desenvolvimento de instituições.

Um dos primeiros passos para organizar financeiramente uma empresa é fazer um balanço do ano anterior e organizar as receitas e as despesas, pois o início de cada ano traz custos extras e obrigações fiscais, além de oscilações nas vendas que podem pegar as PMEs de surpresa.

Para ajudar na gestão de pequenas e médias empresas, Walter Cavalcante, CEO da Sinapse Finance, listou algumas dicas com base na sua experiência na área e com o feedback de seus clientes.

Organize o fluxo de caixa: essa é uma ferramenta que organiza todas as movimentações financeiras realizadas pela empresa, tanto de entradas quanto de saídas. Esse controle permite que o saldo financeiro esteja sempre atualizado e possibilita uma melhor análise das despesas do negócio.

Faça a gestão de contas a pagar e contas a receber: além de saber o saldo atual é preciso saber o que vai entrar e o que vai sair da empresa no próximo mês. Um faturamento de X pode até parecer bom a princípio, mas se o gasto previsto para o próximo mês for de 2X, a empresa ficará no vermelho. Por isso é importante fazer projeções para meses futuros, principalmente no começo e no final do ano.

Corte gastos que não são fundamentais para a sua empresa: faça um levantamento geral dessas despesas e do orçamento de caixa, levando em consideração o momento atual da empresa e reveja os números. Adeque a realidade ao novo momento. Caso seja necessário, negocie com clientes e fornecedores.

Faça um planejamento orçamentário: a gestão financeira de uma empresa deve estar baseada em um planejamento. Nele, o gestor deve definir quais são os objetivos e metas. Dessa forma é possível programar a criação de um caixa emergencial para conter momentos de crise. Um bom exemplo de objetivo pode ser a redução dos custos operacionais do negócio.

Utilize ferramentas financeiras: as ferramentas financeiras são a base de uma gestão financeira eficiente. Além das ferramentas tradicionais, as empresas devem investir em inovação por meio do uso de softwares especializados em gestão e automação, softwares de armazenamento em nuvem, entre outros.

O gestor deve sempre lembrar que uma boa administração está vinculada ao uso de ferramentas financeiras, ao controle do orçamento e à implementação de um bom planejamento estratégico.

“Utilizar a tecnologia em benefício da empresa só vai gerar ganhos para o gestor e para o seu time de colaboradores. Hoje, é possível encontrar inúmeras soluções no mercado, com sistemas que organizam informações, tarefas e até mesmo pagamentos. Além de organizar, as plataformas de gestão financeira são uma excelente maneira de reduzir a inadimplência, já que vai automatizar tarefas, como geração de cobranças e comunicação com clientes”, finaliza Cavalcante.

Fonte: Contábeis

PRESSIONE AQUI AGORA MESMO E FALE JÁ CONOSCO PARA MAIS INFORMAÇÕES!

Se você precisa de serviço relacionado ao artigo ou necessita de maiores informações sobre o assunto, conte conosco, da Ogura & Assessoria Contábil e Fiscal.

Somos um escritório que desenvolve trabalhos voltados essencialmente à atividade empresarial, especialmente nas áreas contábil, fiscal, pessoal e societária, envolvendo custos e o aspecto patrimonial, tanto na esfera preventiva como corretiva.

Entre em contato conosco utilizando as informações disponibilizadas em nosso website, caso você prefira, você pode utilizar a ferramenta de chat do WhatsApp, ela fica localizada no canto inferior esquerdo.

Até breve!

PRESSIONE AQUI AGORA MESMO E FALE JÁ CONOSCO PARA MAIS INFORMAÇÕES!

Classifique nosso post post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Recomendado só para você!
ADE – Atos Declaratórios Executivos Eletrônico, é nele que a…